domingo, setembro 25, 2011

a vida é tão tacanha

a coragem da vegetação do semi-árido
de fingir a própria morte na ausência de chuva,
preenchendo as estradas de uma falta de cor
que as prolonga
para humildemente vir a florescer
- tão verde quanto antes -
ao primeiro toque de água
é algo que me há-sombra.

4 Outras distorções:

Anonymous Anônimo sentiu...

é bom te ver de volta por aqui, mesmo que humildemente

...

8:35 PM  
Blogger Vital sentiu...

absurdo!

8:57 PM  
Blogger Vital sentiu...

Este comentário foi removido pelo autor.

10:26 AM  
Blogger Vital sentiu...

esse poema é realmente um absurdo!

e a vida tão tacanha...

10:27 AM  

Postar um comentário

<< Home